SpectroCoin
Iniciar sessãoRegiste-se
  • Bankera IBBankera IB
  • Bankera ExchangeBankera Exchange
  • SpectroCoin ExplorerSpectroCoin Explorer
PT-PT
  • English (US)
  • العربية (AR)
  • Français (FR)
  • 日本語 (JA)
  • Lietuvių (LT)
  • Nederlands (NL)
  • Português (BR)
  • Português (PT)
  • Русский (RU)
  • 简体中文 (CN)
  • 繁體中文 (TW)

O que é o Bitcoin?

Ícone trovão branco

Resposta Rápida

Bitcoin é um sistema de pagamentos mundial e a primeira moeda virtual descentralizada, que oferece pagamentos rápidos, baratos e bastante privados. O Bitcoin foi desenvolvido e lançado como um protocolo de código-aberto com base em um whitepaper escrito por Satoshi Nakamoto. Desde o seu lançamento, o bitcoin tornou-se a mais conhecida, consagrada e a principal criptomoeda da indústria, que inspirou a criação de outras moedas digitais - as altcoins.

Como o Bitcoin é separado em dois componentes, pode gerar alguma confusão.

  • Bitcoin – com letra maiúscula é uma rede P2P descentralizada que ajuda a facilitar transações entre pessoas, sem a necessidade de intermediários. O protocolo Bitcoin está abertamente disponível e programadores podem rever o código e também adaptar facilmente um software de código aberto e modificá-lo de acordo com suas necessidades.
  • bitcoin – com 'b' minúsculo é a moeda existente na rede Bitcoin, que pode ser vista como uma moeda para a Internet, da mesma forma em que o dólar e o Euro são moedas para os Estados Unidos e Europa, respetivamente. Bitcoin, a moeda, é a primeira criptomoeda existente, também conhecida como moeda virtual ou digital, e BTC é sua abreviação.

O Bitcoin foi desenvolvido e lançado em 2009, como um protocolo de código-aberto que tem por base um whitepaper escrito por Satoshi Nakamoto, que descreveu o bitcoin como uma moeda virtual apoiada na ideia de um sistema de pagamento eletrónico que deveria ser seguro, verificável e independente de qualquer autoridade central.

Desde o lançamento do Bitcoin, existiram altos e baixos, mas ainda assim esta permaneceu como a principal criptomoeda do mundo. Em 2013, a SpectroCoin reconheceu o potencial do Bitcoin e, a fim de fazer uso dele, criou uma solução tudo-em-um - uma plataforma financeira.

O bitcoin é diferente das moedas tradicionais?

Moedas fiduciárias são um meio físico de câmbio com fornecimento ilimitado, que são emitidas e controladas por um governo. O bitcoin, por outro lado, tem sua oferta limitada em 21M e não é controlado por nenhum governo ou entidade. As moedas fiduciárias e cripto convivem lado a lado e apresentam as suas vantagens e desvantagens. Existem ainda assim algumas semelhanças entre o bitcoin e as moedas fiduciárias: o valor muda de acordo com as variáveis de mercado e, enquanto moeda virtual, o bitcoin é utilizado para compras e pagamento de serviços, recarga de cartão e muitas pessoas já o utilizam no seu dia-a-dia como qualquer outra moeda. Mas é aqui que as semelhanças acabam.

Como funciona o bitcoin?

Um livro-razão compartilhado - a "blockchain", foi criado para oferecer suporte ao Bitcoin e até hoje é habitualmente associado às criptomoedas. Na blockchain, a informação é registada e fica instantaneamente visível para todos, e também contém cada transação processada desde o início da rede Bitcoin, permitindo que sua validade possa ser verificada. Assinaturas digitais correspondentes aos endereços de envio protegem a autenticidade de cada transação, o que permite aos utilizadores ter controlo total sobre o envio de BTC através dos seus endereços Bitcoin. Todas as transações devem ser confirmadas pela rede, o que é feito com recurso a um processo chamado mineração.

O que determina o preço e valor do bitcoin?

  • Oferta e procura

    São diversos os fatores que podem afetar o valor do bitcoin e a volatilidade de seu preço. O mercado do Bitcoin é um dos poucos exemplos perfeitos em que o mercado é determinado pela oferta e procura de bitcoins. Se a procura por bitcoins aumentar a um ritmo maior do que a oferta, o preço irá aumentar. Ao considerar-se que no total existem apenas 21 milhões de bitcoins que podem ser minerados e que novos bitcoins são criados a um ritmo decrescente, a procura segue o nível de inflação para manter o preço estável.

    O bitcoin é uma moeda descentralizada e não há intervenção no mercado para impactar o valor do bitcoin, mas, enquanto o bitcoin possuir uma oferta constante e a sua procura aumentar, o valor crescerá. Em outras palavras, seu valor é determinado diretamente pelas pessoas dispostas a aceitarem bitcoin como moeda de pagamento.

  • Disponibilidade do bitcoin em corretoras de moeda e plataformas de trading

    Vale também a pena mencionar que a disponibilidade do bitcoin em corretoras de moeda e plataformas de trading, cada vez mais populares entre investidores e traders, também pode ter impacto no seu valor. Investidores estão a construir o seu património com estratégias a longo-prazo e reinvestindo os ganhos em mais criptomoedas; enquanto os comerciantes (traders) aproveitam cada possibilidade para resgatar o seu dinheiro assim que a moeda supera seu preço de compra inicial.

    Corretoras de criptomoeda e plataformas de trading chamam a atenção e motivam mais participantes a juntarem-se ao mercado, criando o efeito de rede. Ao definirem as regras de como e quais criptomoedas podem ser adicionadas, as corretoras fazem com que as moedas disponíveis se tornem mais populares. Quando uma altcoin é listada numa corretora maior, é muito comum que o volume e a maior acessibilidade façam com que o preço também aumente.

  • Presença de competidores

    As criptomoedas em si não são regulamentadas por uma autoridade central, logo, o bitcoin e outras altcoins dependem dos programadores e mineradores. Tal significa que pode haver divisões na comunidade sobre como resolver problemas ligados à baixa velocidade de transações, escalabilidade etc. Essa é uma das razões pelas quais "forks" acontecem, o que resulta em novas criptomoedas como o bitcoin cash ou bitcoin gold. Os "forks" são frequentemente associados às mudanças de preço das criptomoedas, pois podem fazer com que corretoras, negócios e utilizadores mudem para esse novo tipo de moeda. De algum modo, todas as altcoins e forks têm origem no código-fonte do Bitcoin, o que faz do bitcoin uma criptomoeda fundamental que se destaca no mercado cripto e faz com que as outras criptos sejam comparadas a ele. Mas existem vários concorrentes, de entre os quais investidores podem escolher.

    Não é simples entender como a competição afeta os preços, mas a presença de competidores pode, sim, influenciá-los.

Porque motivo as pessoas confiam no bitcoin?

O Bitcoin pode ser considerado um método de pagamento superior para a era digital: transações com bitcoin são praticamente gratuitas, o que faz delas uma alternativa mais barata se comparadas aos cartões de crédito ou débito; bitcoins são aceites mundialmente, o que faz deles a plataforma perfeita para remessas e transações internacionais; e pagamentos são quase instantâneos, por isso o destinatário não precisa de ficar à espera da liquidação, etc.

O Bitcoin é mais seguro do que a maioria dos serviços financeiros existentes, visto que na tecnologia por detrás do Bitcoin é confiável enquanto os utilizadores estiverem dispostos a aprender como ela funciona, incluindo os protocolos da rede, criptografia, segurança de TI e sistemas de pagamento. Contudo, existem dois riscos tecnológicos principais associados ao uso de moedas virtuais:

  • Risco à segurança, pois dinheiro virtual é equivalente a dinheiro em formato digital. Questões de segurança estão mais relacionadas com a forma como as pessoas e serviços lidam com e guardam os seus bitcoins, do que com o protocolo Bitcoin em si. A vulnerabilidade de carteiras e falhas em corretoras podem causar brechas na segurança ou facilitar ciberataques.

Por exemplo, para manter os fundos seguros, 99% das moedas digitais na SpectroCoin são mantidas em armazenamento offline protegido. Além disso, a SpectroCoin encoraja todos os seus clientes a adotarem medidas preventivas e mudar frequentemente a senha da sua conta e fazer backup dos seus dados. Utilizadores são aconselhados a conferir as suas contas para evitar atividades suspeitas, a serem sempre cautelosos e a evitarem clicar em links ou baixar anexos vindos de emails suspeitos.

  • Risco de estabilidade, pois o tempo de operação do sistema de pagamento deve ser de praticamente 100% o tempo todo. Transações Bitcoin exigem disponibilidade de Internet para sua operação. Mesmo para o destinatário, não necessitando de uma conexão de Internet ativa para receber seus bitcoins, esta é necessária caso queira que a sua carteira reflita os fundos recebidos.

O maior obstáculo para a confiança em moedas virtuais é a especulação e a volatilidade do preço, pois não há garantias para quem possui as moedas de quando o preço flutuará e se isso trará ganhos ou perdas. Após entender por que os preços podem mudar e enquanto os utilizadores investirem no mercado cripto com responsabilidade, é mais fácil entender as razões da crescente confiança em criptomoedas: os pagamentos Bitcoin podem ser auditados, é possível escolher a taxa, há maior segurança, controlo, transparência e um nível reduzido de risco comercial para profissionais da indústria, estudantes e investigadores.

O bitcoin é anónimo?

Apesar de os endereços Bitcoin não serem conectados à identidade dos utilizadores no nível do protocolo e de não ser necessário apresentar informações pessoais durante as transações, atingir o anonimato completo é muito difícil. O Bitcoin é pseudónimo porque toda transação é registada na blockchain pública, que contém apenas a chave pública e a quantia de fundos transferida, mas que ainda é ligada a um endereço eletrónico. Sempre que qualquer detalhe pessoal seja relacionado a um endereço Bitcoin, o histórico de compra também é revelado à operadora da carteira.

Enquanto as técnicas para ocultar a identidade e atividade ainda estão a ser melhoradas, a SpectroCoin gostaria de relembrá-lo que é muito importante adotar boas práticas a fim de proteger sua privacidade.

Estado legal e regulamentação

Como as criptomoedas são descentralizadas e não possuem uma autoridade central relacionada a um governo, esse sistema de pagamento 'ponto-a-ponto' (peer-to-peer) instiga representantes de agências legais e financeiras. A legalidade das moedas digitais ainda é uma questão comum em muitos países que procuram decidir como tratar as criptomoedas. O facto de o bitcoin ser pseudónimo permite aos governos acusá-lo de ser uma ferramenta para atividades criminais. Porém, essa situação tem mudado rapidamente e muitos países estão a anunciar novas leis sobre bitcoin e criptomoedas em geral. Alguns são recetivos, outros mais cautelosos e discretos. Por exemplo, enquanto a União Europeia (UE) ainda não emitiu nenhuma decisão oficial sobre a regulamentação, no Japão o bitcoin é reconhecido como um meio legal de pagamento.

A reputação do bitcoin e a confiança neste aumentarão conforme os serviços melhorarem a proteção ao consumidor. A SpectroCoin, como uma fornecedora de serviços financeiros, é regulamentada pelas leis e diretrizes da UE. Consequentemente, ela adota uma postura pro-ativa para garantir a conformidade legal, implementando padrões de AML da UE e internacionais, além de processar os fundos por meio de instituições financeiras regulamentadas na UE.

Onde comprar bitcoin?

Conforme o mercado de criptomoedas se expande e ganha mais confiança, a competição entre corretoras de criptomoedas aumenta com a criação de novos lugares para comprar bitcoin. Não é nenhuma surpresa que um impressionante número de corretoras torne mais difícil selecionar quais as melhores opções. A SpectroCoin fornece diferentes métodos de pagamento para auxiliar na gestão dos seus bitcoins, o que inclui cartões e crédito e diversas carteiras virtuais. O câmbio da SpectroCoin permite-lhe comprar e vender bitcoin com segurança e em segundos, para receber seus fundos imediatamente.

A SpectroCoin tem vindo a ganhar rapidamente confiança - mais de 1,000,000 de clientes já utilizam o câmbio de criptomoedas, a carteira blockchain para guardar bitcoins e os serviços em processamento de pagamentos para negócios. Investidores se beneficiam da variada escolha de serviços e, devido à crescente procura, a SpectroCoin está a aumentar seus serviços para oferecer suporte a outras moedas virtuais.

Existem outras criptomoedas?

Bitcoin é a primeira criptomoeda e, desde seu lançamento, tornou-se a mais conhecida, consagrada e a principal cripto da indústria. O bitcoin inspirou outras moedas virtuais, que se apresentam como uma versão modificada e melhorada, chamadas altcoins. Existem centenas de altcoins e elas diferem umas das outras. Algumas possuem um modelo económico diferente, ou utilizam algoritmos de mineração diferentes, oferecem mais ou menos privacidade quando comparadas ao Bitcoin, etc.

Algumas altcoins ganharam popularidade entre os investidores e, por essa razão, carteiras para Ether, Dash e Xem foram adicionadas à plataforma da SpectroCoin.

Sinal ponto de interrogação azul

Não conseguiu encontrar o que procurava?

Entre em contacto connosco via [email protected] ou através do Chat de Conversação. A nossa equipa de apoio ficará contente por poder ajudá-lo.

Figura octaedro Figura cubo com lado amarelo ortogonalFigura cubo com lado laranja ortogonal

Obtenha a sua carteira móvel

;